KNRI11
KINEA RENDA IMOBILIÁRIA FDO INV IMOB - FII

Fundo Misto | Misto
R$ 159,04
0,00%
27/11/2020 18:00:00

Alertas

Você precisa estar logado para ter alertas cadastrados.

Informações Gerais do KNRI11

Tipo de Gestão

Ativa

Ativos

Multi Inquilino / Mono Ativo

Valor Patrimonial do KNRI11

R$ 157,02

Patrimônio

R$ 3,71 Bilhões

P/VP

1,01

Valor Inicial da Cota

R$ 1.012,25

Último Rendimento

R$ 0,65

Dividendos do KNRI11

5,13% (R$ 8,16)

DATA EX

02/11/2020

DATA PGMTO

16/11/2020

Descrição

O FUNDO, constituído sob a forma de CONDOMÍNIO FECHADO, em que o resgate de cotas não é permitido, Prazo de Duração Indeterminado, é uma comunhão de recursos captados por meio do sistema de distribuição de valores mobiliários, destinados à aplicação em empreendimentos imobiliários, a critério do GESTOR e independentemente de deliberação em assembléia geral, mediante aquisição (i) de imóveis comerciais e centros de distribuição, preferencialmente prontos, ou em projetos, para posterior alienação, locação ou arrendamento com possibilidade de alienação; e (ii) de ativos financeiros. A participação do FUNDO em atividades imobiliárias será realizada mediante aquisição, pelo GESTOR, dos seguintes ativos: a) Diretamente por meio da aquisição de quaisquer direitos reais sobre bens imóveis; ou b) Indiretamente por meio da aquisição de: a. Ações ou cotas de sociedades cujo propósito seja investimentos em direitos reais sobre bens imóveis; b. Cotas de fundos de investimentos em participações (FIP), ou cotas de outros fundos de investimento imobiliários “FII” que tenham como política de investimento aplicações em sociedades cujo propósito consista no investimento em direitos reais sobre bens imóveis; c. Demais valores mobiliários desde que esses instrumentos permitam ao FUNDO investir em quaisquer direitos reais sobre bens imóveis, desde que a emissão ou negociação tenha sido objeto de registro ou de autorização pela CVM e desde que se trate de emissores cujas atividades preponderantes sejam permitidas aos FIIs. O FUNDO, para realizar o pagamento das despesas ordinárias, dos encargos previstos no item 10 deste Regulamento e para as Reservas de Despesas Extraordinárias, poderá manter parcela do seu patrimônio permanentemente aplicada em cotas de fundos de investimento referenciados em DI (“Fundos Investidos”) ou títulos de renda fixa, públicos ou privados, letras hipotecárias e letras de crédito imobiliário de liquidez compatível para atender às necessidades e despesas ordinárias do FUNDO e em derivativos, exclusivamente para fins de proteção patrimonial. O FUNDO não tem o objetivo de aplicar seus recursos em empreendimento imobiliário específico. O objetivo de investimento do FUNDO é a exploração comercial de empreendimentos comerciais e centros de distribuição preferencialmente prontos ou em construção, via aquisição de unidades autônomas ou da totalidade de um empreendimento, com o intuito de gerar renda aos Cotistas por meio da locação ou arrendamento destas unidades. Também poderão compor a carteira do FUNDO, pontos de varejo, tais como, mas não se limitando a lojas ou agências bancárias, que possam também gerar renda para o FUNDO. As aquisições a serem realizadas pelo FUNDO serão amparadas por laudo de avaliação elaborado por empresa profissional de primeira linha que não seja controlada, controladora, coligada ou pertencente ao grupo econômico do ADMINISTRADOR ou do GESTOR, na forma do Anexo I à Instrução CVM 472. Sem prejuízo do estabelecido acima, previamente à aquisição dos ativos listados acima, o GESTOR deverá elaborar estudo de viabilidade, de acordo com as premissas estabelecidas no Anexo I à Instrução CVM 472. Quando o investimento do FUNDO ocorrer em projetos de construção, caberá ao GESTOR, independentemente da contratação de terceiros especializados, exercer controle efetivo sobre o desenvolvimento do projeto. O ADMINISTRADOR, conforme orientação do GESTOR, pode adiantar recursos do FUNDO para projetos de construção, desde que tais recursos se destinem exclusivamente à aquisição do terreno, execução da obra ou lançamento comercial do empreendimento e sejam compatíveis com o seu cronograma físico- financeiro. Uma vez integralizadas as Cotas, a parcela do patrimônio do FUNDO que, temporariamente, não estiver aplicada em ativos imobiliários, deverá ser aplicada em: a) Cotas de fundos de investimento referenciados em DI ou títulos de renda fixa, públicos ou privados, de liquidez compatível para atender às necessidades do FUNDO; e b) Derivativos, exclusivamente para fins de proteção patrimonial, cuja exposição deverá corresponder, no máximo, ao valor do patrimônio do FUNDO. O objeto do FUNDO e sua política de investimento não poderão ser alterados sem prévia deliberação da assembléia geral, tomada de acordo com o quorum estabelecido no item 15.3. O FUNDO não poderá realizar operações de day trade, assim consideradas aquelas iniciadas e encerradas no mesmo dia, independentemente de o FUNDO possuir estoque ou posição anterior do mesmo ativo. O FUNDO e os Fundos Investidos poderão realizar outras operações permitidas pela legislação em vigor, desde que respeitadas às diretrizes e restrições definidas nesta política de investimento e na legislação em vigor. O GESTOR selecionará os investimentos do FUNDO a seu critério, sem compromisso formal de concentração em nenhum fator de risco específico, respeitados eventuais limites que venham a ser aplicados por conta da ocorrência da concentração do patrimônio do FUNDO em títulos e valores mobiliários, conforme previsto no item 4.6 acima. Caberá ao GESTOR praticar todos os atos que entender necessários ao cumprimento da política de investimento prevista neste Regulamento, desde que respeitadas as disposições deste Regulamento e da legislação aplicável, não lhe sendo facultado, todavia, tomar decisões que eliminem a discricionariedade do ADMINISTRADOR com relação às atribuições específicas deste. Os ativos financeiros do FUNDO devem ser registrados, custodiados ou mantidos em conta de depósito diretamente em nome do FUNDO, conforme o caso, em contas específicas abertas no SELIC, no sistema de liquidação financeira administrado pela Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos (“CETIP”) ou em instituições ou entidades autorizadas à prestação desse serviço pelo BACEN ou pela CVM, excetuando as aplicações do FUNDO em cotas dos Fundos Investidos. A aferição de valor dos títulos e valores mobiliários integrantes da carteira do FUNDO é de responsabilidade do CUSTODIANTE, cabendo-lhe calcular os valores dos ativos a partir dos seus critérios, metodologia e fontes de informação. O critério de apreçamento dos ativos é reproduzido no Manual de Apreçamento dos Ativos do CUSTODIANTE. No caso de aplicações em imóveis para renda, o apreçamento contábil será feito pelo seu custo de aquisição retificado pela depreciação acumulada e pelas benfeitorias realizadas, calculada consistentemente à taxa compatível com a vida economicamente útil do bem, ou por outro método mais apropriado a critério do ADMINISTRADOR e do GESTOR. Para os fins deste Regulamento, consideram-se situações de conflito de interesses aquelas listadas no artigo 34 da Instrução CVM 472. Os Cotistas manifestam concordância quando da formalização de sua adesão ao Regulamento com relação à: (i) contratação de instituição financeira pertencente ao mesmo conglomerado financeiro do ADMINISTRADOR ou do GESTOR para prestar serviços de consultoria especializada na análise, seleção e avaliação de imóveis, ativos imobiliários ou empreendimentos ou para atuar como coordenadora da distribuição de Cotas do FUNDO, sendo que a comissão para a prestação destes serviços é cobrada de acordo com a prática de mercado; e (ii) aquisição de ativos que atendam a política de investimento prevista neste Regulamento e cuja estruturação, distribuição, emissão e/ou administração / gestão, conforme aplicável, tenha sido realizada pelo ADMINISTRADOR, pelo GESTOR, por quaisquer dos Cotistas, por outras empresas a estes ligadas ou por qualquer outro terceiro que possa vir a ter interesse na operação. O FUNDO, a critério do GESTOR, poderá ceder a terceiros, total ou parcialmente, o fluxo dos aluguéis recebidos em decorrência dos contratos de locação dos imóveis integrantes da carteira do FUNDO, observado a política de distribuição de rendimentos e resultados.

Ver mais

Ranking ScanFII do KNRI11

Taxas do KNRI11

Administração 1,25% a.a.
Gerenciamento N/A
Performance N/A
Gestão N/A
Consultoria N/A

GRÁFICOS DO KNRI11

Ativos do KNRI11

CD Bandeirantes

Rodovia dos Bandeirantes, km 69, Louveira - SP

ABL: 99.279m²

17,2% do ABL total do fundo

Edifício Bela Paulista

Avenida Paulista, 2.421, Bela Vista, São Paulo - SP

ABL: 6.521m²

1,1% do ABL total do fundo

Edifício Athenas

Rua Dr. Fernandes Coelho, 64, Pinheiros, São Paulo - SP

ABL: 6.230m²

1,1% do ABL total do fundo

Edifício Lagoa Corporate

Rua Humaitá, 275, Humaitá, Rio de Janeiro - RJ

ABL: 11.687m²

2,0% do ABL total do fundo

Botafogo Trade Center

Rua Voluntários da Pátria, 113, Botafogo, Rio de Janeiro - RJ

ABL: 8.083m²

1,4% do ABL total do fundo

CD Mogi das Cruzes

Rodovia Mogi-Dutra (SP-088), 11.100 (km 41,4), Mogi das Cruzes - SP

ABL: 69.113m²

12,0% do ABL total do fundo

Edifício Joaquim Floriano

Rua Joaquim Floriano, 913, Itaim Bibi, São Paulo - SP

ABL: 3.197m²

0,6% do ABL total do fundo

Boulevard Corporate Tower

Avenida dos Andradas, 3000, Santa Efigênia, Belo Horizonte - MG

ABL: 20.426m²

3,5% do ABL total do fundo

Buenos Aires Corporate

Rua Buenos Aires, 15, Centro, Rio de Janeiro - RJ

ABL: 6.876m²

1,2% do ABL total do fundo

CD Santa Cruz

Estrada da Lama Preta, 2.805, Santa Cruz, Rio de Janeiro - RJ

ABL: 64.860m²

11,2% do ABL total do fundo

CD Itaqua

Rua do Níquel, 205, Parque Industrial, Itaquaquecetuba - SP

ABL: 30.698m²

5,3% do ABL total do fundo

Pib Sumaré

Avenida Parque Industrial, 580, Sumaré - SP

ABL: 13.836m²

2,4% do ABL total do fundo

Edifício Diogo Moreira

Rua Diogo Moreira, 184, São Paulo - SP

ABL: 12.105m²

2,1% do ABL total do fundo

CD Pouso Alegre

Rodovia Fernão Dias, km 863, Algodão, Pouso Alegre - MG

ABL: 87.750m²

15,2% do ABL total do fundo

Edifício Condomínio São Luiz, Torre IV

Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1.830, São Paulo - SP

ABL: 11.354m²

2,0% do ABL total do fundo

Edifício Madison

Rua Gomes de Carvalho, 1.195, Vila Olimpia, São Paulo - SP

ABL: 8.329m²

1,4% do ABL total do fundo

Jundiaí Industrial Park

Rodovia Vice Prefeito Hermenegildo Tonolli, km 2, Jundiaí - SP

ABL: 75.976m²

13,1% do ABL total do fundo

Global Jundiaí

Avenida Caminho de Goiás, 100, Rodovia Anhanguera, km 66, Jundiaí - SP

ABL: 41.468m²

7,2% do ABL total do fundo

Área Bruta Locável por estado do KNRI11

VACÂNCIA DO KNRI11

RENDIMENTOS DO KNRI11

COMUNICADOS do KNRI11

Relatórios, Relatório Gerencial
03/11/2020 00:00 Visualizar
Assembleia, AGO (Ata da Assembleia)
19/10/2020 00:00 Visualizar
Relatórios, Relatório Gerencial
01/10/2020 00:00 Visualizar
Aviso aos Cotistas, Rendimentos e Amortizações
30/09/2020 00:00 Visualizar
Informes Peridicos, Informe Anual
25/09/2020 00:00 Visualizar
Informes Peridicos, Informe Mensal
14/09/2020 00:00 Visualizar
Outras Informações, Rentabilidade
14/09/2020 00:00 Visualizar

DADOS DO KNRI11

CNPJ 12.005.956/0001-65
Administrador INTRAG DTVM LTDA.
Constituição 11/08/2010
N. de cotas 23.600.802
Prazo
Registro
Documentos Prospecto Regulamentos
Diretor(a)

Contato

Telefone 55-(11)30726012